quarta-feira, 6 de agosto de 2014

CONTRA O TEMPO



Por Rodolfo Bezerra

Um soldado possui uma missão complicada: assumir o corpo de um passageiro de um trem que explode vítima de um ato terrorista, a fim de descobrir quem acionou a bomba. Com um porém, ele só tem acesso aos últimos oito minutos de vida do passageiro.

Repetidas vezes ele tem que voltar aos oito últimos minutos do trem e dar uma de "Sherlock Holmes", o que é a síntese do filme. As interpretações são boas e as cenas de ação também. Não é aquele filme que te acrescenta algo ou que ficará marcado para sempre como um dos maiores de ação. É um filme de ação comum com um roteiro que se sobressai pela inovação.



O filme é bom, e por incrível que pareça, no final você se pergunta: "Já?", porque o filme com certeza é mais rápido do que se imagina, talvez seja algo ligado ao "tempo", vai saber...


Frase do filme: "O que você faria se soubesse que tem um minuto de vida?
- Iria fazer valer a pena cada segundo."

Normal.

Um comentário:

  1. Gostei do filme.......mas, não esperava nada demais também.

    abs

    ResponderExcluir